Comentários
Postagens

17 de mar de 2011

Aprendeu, Luxa?



Salve Nação!

Flamengo no Nordeste é sinônimo de festa e a torcida quase sempre sai satisfeita. E dessa vez não foi diferente. A Nação que dividiu (vamos dizer assim pra não deixar a galerinha que torce pro Leãozinho mais triste) o Castelão com a torcida local viu uma bela atuação do Rubro-Negro. O Bonde do Mengão versão 2011 continua sem freio e impiedoso com quem estiver pela frente.

O jogo fluiu, Flamengo dominou com certa tranquilidade e os gols saíram naturalmente. Luxemburgo finalmente começou o jogo com um homem de área, deixando R10 e TN7 livres para jogarem em suas posições mais rentáveis. Thiago Neves, aliás, o melhor em campo, demonstrou raça o tempo inteiro e tecnicamente foi apurado, como de costume.

Ronaldinho teve uma atuação discreta, mas participou diretamente dos 3 gols. Ser discreto nem sempre quer dizer que jogou mal, diferente do Egídio, que foi discreto e jogou mal (conta uma novidade). Na defesa, deu carrinho e cometeu faltas o tempo inteiro, demonstrando um tempo de marcação quase bizarro, e quando subia pra atacar a jogada morria. Minto, na verdade foi bem indiscreto mesmo. Também destaco as atuações ruins do Léo e do Welinton.

Mesmo com alguns probleminhas o jogo foi bom, diria que bem satisfatório. É interessante analisar os gols e perceber que o Luxa
vem realmente investindo num modelo de toque de bola. No primeiro gol, R10 acha Thiago Neves na área, o ex-tricolete mostra uma espetacular visão de jogo e rola redondinha pro pé direito do Renato, que inacreditavelmente funcionou... um belo chute!

No segundo, de novo R10 pro Thiago Neves, que erra o voleio e a bola sobra limpinha pro Wanderley só testar pro gol. E no terceiro, novamente a jogada começa com R10, que tabela com Bottinelli e passa para o Drogbinha girar em cima do zagueiro e carimbar o passaporte Rubro-Negro rumo às oitavas da Copa do Brasil.

Mais uma grande festa da torcida, que pra uns é vergonha do Nordeste, pra nós é orgulho da Nação! Flamengo cumpriu seu objetivo e ainda manteve a invencibilidade. Próximo jogo pelo Carioca não tem TN7 nem R10 e o Luxa será obrigado a escalar atacantes.

Espero que depois do jogo de hoje esse teimosão tenha se convencido de que não dá pra jogar sem centroavante. Vimos um gol de oportunismo de Wanderley e outro de força e explosão do Diego Maurício. Atacante é outra coisa.

Menção honrosa para Ronaldo Angelim. Homenageado pela torcida do Fortaleza e para sempre nos corações Rubro-Negros. O Magro de Aço é um ídolo humilde e vencedor. Obrigado por tudo, Angelim!

Vitória sem sustos! Mengão Sempre!

SRN

*************************
@LuamCRFph
(Luã Milanês)


Imagem: Jarbas Oliveira
Adaptação: FlaManolos

Compartilhe isto com a Nação
"Eu queria ser um poeta para poder te explicar,
mas não consigo traduzir o sentimento de amor que a gente tem pelo Flamengo."

---Outros posts do FlaManolos---
5 comentários rubro-negros pelo Blogger
comentários rubro-negros pelo Facebook

5 comentários:

  1. Sempre bom ver o TAMANHO da torcida do mengão pelo Brasil à fora! Nada como recompensar essa massa dentro de campo aniquilando o adversário! Invencibilidade mantida e um clima bom de se ver entre os jogadores e comissão, dentro e fora de campo! E a arcoirizada morrendo com isso!!! hahahahahahaha!


    FLAMENGO É RELIGIÃO!


    SRN!

    =)

    ResponderExcluir
  2. Muito bem, Luã!
    Com um atacante, R10 e TN7 ficaram mais livres e tivemos mais espaços. Como exemplo, o primeiro gol saiu de uma jogada pela esquerda com R10.. É tão simples, que parece que não estamos entendendo.. O Wand na área facilita a vida de todo mundo.
    Jogamos bem e, mesmo num dia ruim do R10 (apesar de mto marcado), ele participou dos 3 gols. É CRAQUE DEMAIS!!

    @RenatoCroce (Alexi Lalas)

    ResponderExcluir
  3. Ótima analise do jogo, Luã. Eu que não pude ver o jogo por inteiro por maldade de compromissos que me fazem acordar 5:30 da matina, fiquei bem satisfeita com o seu 'melhores momentos' hehe.
    Mas é isso aí. O Flamengo não pode ser só meio de campo. Um meio de campo galáctico sem ninguém de referencia na área quase não adianta. O melhor não é nem por centro-avantes, mas também conseguir montar um esquema sem o Deivid que, acho eu, mais cedo ou mais tarde está indo embora. Talvez com essa alternativa do Luxerley a pressão pelo Adriano diminua. Uma das nossas metas: a conquista da copa do brasil, está sendo conquistada aos poucos. E da gosto de ver jogos como este. O pouco que eu vi, não conseguia fixar os olhos em um só ponto da TV (diferente de jogos do vasco que me fazem dormir). Era corre corre o tempo todo. E assim que é Flamengo ;)
    Parabéns Lu, pelo ótimo texto.
    @camilatf14

    ResponderExcluir
  4. Excelente análise do jogo, Luã!
    Gol do Canelada a parte (que foi um golaço). Queria destacar o 3° gol do Flamengo, que saiu de uma jogada bem trabalhada do Fla. O time foi tocando bola, foi trabalhando até o Ronaldinho encontrar o Drogbinha na área. Gostei desse entrosamento que o time tá começando a ter.
    Mas, é fato precisamos sempre ter um atacante de área!
    Será que o Luxa viu isso agora?! Espero que sim, mas só nas próximas rodadas que poderemos confirmar isso.

    Parabéns pelo texto, Luãzito!!!
    @liliicastro

    ResponderExcluir
  5. O Luxa só provou pra ele mesmo e pra galera, que nunca se deve jogar sem um atacante de origem na área do adversário. Com o Vanderley ou com o Diego Maurício o time muda de figura, fica com poder ofensivo sem perder a estrutura montada no meio-campo e sem sobrecarregar a defesa... vamos lá profexô, vamos acabar com essa teimosia de uma vez vê se não inventa!

    ResponderExcluir

 
Uma vez Flamengo, sempre Flamengo.