Comentários
Postagens

23 de jan de 2012

Centenário de Glórias - Alberto Borgerth


Estamos iniciando uma nova série sobre os Heróis do Mengão: Centenário de GlóriasGostaria de pedir a todos que prestigiem esta série, pois falaremos de ídolos de todas as épocas, muitos deles desconhecidos de grande parte da torcida, que às vezes valoriza muitos jogadores que não fizeram nem 10% do que esses "desconhecidos" da Nação fizeram com o Manto. Como todos sabem, ou deveriam saber, nesse ano de 2012 completamos 100 anos de glórias nos gramados. E para começar a série, apresentamos o jogador que foi o principal responsável pelo surgimento do nosso futebol.   

Nascido em 1892, no Rio de Janeiro, Alberto Borgerth era filho de um chefe de segurança de D.Pedro II. Era um atleta: desde 1906 remava pelo Flamengo e jogava futebol no Rio Futebol Clube, time juvenil do FlorminenC. Em 1911 começou a jogar pelo time principal do Flor, mas por pouco tempo.

Borgerth era o capitão da equipe, e após mudanças na comissão técnica do Flor, sugeriu à diretoria, com o apoio da maioria do elenco, que a equipe que iria a campo contra o Rio Cricket fosse analisada pelos jogadores. A situação não foi bem aceita pelo cartolas tricoletes, que diziam ser perigoso dar muito poder aos jogadores, e a escalação inicial foi mantida. No dia 3 de outubro de 1911, Alberto Borgerth, Othon Baena, Píndaro de Carvalho, Emanuel Nery, Ernesto Amarante, Armando de Almeida, Orlando Mattos, Gustavo de Carvalho e Lawrence Andrews pediram demissão do FlorminenC.

Alguns desses jogadores sugeriram que todos fossem jogar no Buátafogo, mas a hipótese foi rejeitada, pois na época o clube alvinegro era o maior rival dos tricoletes. Outros jogadores eram a favor que partissem para o Paysandu, mas o clube era considerado "time de ingleses", e a ideia também foi rejeitada. "Vamos para o Flamengo!", concluiu Borgerth. E assim os 9 jogadores do time Campeão Carioca de 1911 pelo FlorminenC foram para o Mengão, fundando o Departamento de Futebol do Flamengo, que não possuía na época uma Seção Terrestre.  

O atacante fez sua estreia, assim como o próprio time de futebol, no dia 3 de maio de 1912, na vitória por 16 a 2 sobre a Mangueira, marcando 2 gols. Esteve no time que viria a conquistar os primeiros títulos do clube, o Bicampeonato Carioca em 1914/15. Em 1915 foi vice-campeão de Remo pelo clube. No mesmo ano se formou em Medicina e abandonou o futebol.

Foram 45 jogos com o Manto Sagrado e 21 gols. Alberto Borgerth também foi presidente do Mengão, em 1927, conquistando 9 títulos no futebol, basquete, pólo aquático, tênis e atletismo. Faleceu em 1958, e seu corpo foi velado no salão nobre na sede do clube do Morro da Viúva. Durante o cortejo, seu caixão foi coberto com a bandeira do Mengão. Borgerth cumpriu sua missão na história. Sem saber, havia plantado a semente para a construção de um dos maiores clubes do Mundo.

Alberto Borgerth é um dos Heróis do Mengão!


Saudações Rubro-Negras 

******************** 
Rafael de Oliveira
Twitter - Facebook

Imagem 1: FlaManolos
Imagens 2 e 3: Google com adaptação de FlaManolos

Compartilhe isto com a Nação
"Eu queria ser um poeta para poder te explicar,
mas não consigo traduzir o sentimento de amor que a gente tem pelo Flamengo."

---Outros posts do FlaManolos---
10 comentários rubro-negros pelo Blogger
comentários rubro-negros pelo Facebook

10 comentários:

  1. Que liiiiiiiindo Flamanolos!! Ele saiu do fru fru pq queria ser vencedor!

    Muito show!!!!!

    ResponderExcluir
  2. O PRIMEIRO VICE A GENTE NUNCA ESQUECE
    A estreia do Flamengo no Campeonato Carioca aconteceu no ano de 1912. E na primeira participação, o timeco foi logo mostrando ao que veio. Emplacou um histórico vice-campeonato, ficando atrás do já extinto Paysandu, de quem perdeu uma partida e empatou outra no confronto direto. De lá pra cá, foram dezenas de outros vice-campeonatos estaduais, além de inúmeros outros em competições diversas, mas essa estréia em grande estilo ficou marcada pra sempre como o despertar de um eterno vice.

    ResponderExcluir
  3. Sempre valorizando a nossa história, Rafael! Isso aí!

    Como disse num outro post meu, acho que Borgerth e os amigos abandonaram os Flores em 1911 por amor próprio e desejo de glórias. Foi necessário passar por cima de contratos, burocracias, pra que surgisse o mais querido clube do planeta (e, inutilmente, outras burocracias tentam nos atingir 100 anos depois). Homens com espírito de Nelson Rodrigues se reuniram pra criar algo superior, e hoje se orgulhariam deste feito.

    E fico impressionado como a arcoirizada conhece nossa história. Sim, Sacaneator. Fomos vices na primeira competição do nosso departamento de futebol. Perdemos pro poderoso Paysandu "time de ingleses", como bem disse o Rafael. E mesmo começando tarde no futebol, hoje temos a hegemonia. Nunca ficamos mais de 4 anos sem conquistarmos nada e somos absolutamentes dominantes no Rio. Aliás, somos o clube com mais títulos no Mundo, a maior torcida... Ahh, você sabe, né?

    SRN

    ResponderExcluir
  4. FlaManolos sempre relembrando quem fez história no Flamengo. Ótima postagem Rafael de Oliveira.

    ResponderExcluir
  5. Uma história linda dessa, nunca pode deixar de ser linda!

    ResponderExcluir
  6. Aliás, somos o clube com mais títulos no Mundo, a maior torcida

    ?????????????????????????????????????????????

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  7. O Flamengo é o maior detentor de títulos no mundo, mais de 2.500 conquistas, sendo três mundiais profissionais, dezenove medalhas olímpicas e mais de 50 mil medalhas em outras competições desportivas, tornando-se A MAIOR POTÊNCIA OLÍMPICA DO BRASIL.

    E segundo o Jornal dos Sports, numa pesquisa feita em 2000, nenhum outro clube poliesportivo tem a metade dos nossos títulos.

    Curioso? Duvida? Procura no titio Google. Aliás, pesquisar sobre o Flamengo é o esporte preferido de vocês. E aliás, porque você se esconde? Estamos aqui pra debater. Relaxa, sei que vocês também gostam da casa.

    SRN

    ResponderExcluir
  8. É bom saber que a Nação esta prestigiando nossa nova série, que ainda falará de muitos dos Heróis do nosso Mengão!

    Melhor ainda é saber que tem até torcedor arco-íris acessando o blog pra saber da nossa história... Provavelmente o seu timeco (que não tem nem coragem de assumir, é vergonha?) não tem nem 10% da história do Fuderosão-Mor! Sejam bem-vindos tb!

    SRN!

    ResponderExcluir
  9. Linda história dessa lenda Rubro Negra, espero que nosso futuro Museu preencha essa lacuna na história do Mengão, informando aos mais novos da existência dessa lenda chamada Borgerth e de muitas outras que honraram nosso Manto Sagrado.

    Parabéns pelo texto Rafael.

    SRN.


    Mengão Sempre.

    ResponderExcluir
  10. Sensacional e emocionante relembrar a história desse ídolo, ídolo que como foi dito no início, passa muitas vezes desapercebido. Histórico esse texto recheado de boas memórias e falando sobre a dedicação de um homem ao Flamengo.
    Grande texto Rafael, e pra mim só resta dizer... Muito obrigado Borgerth!
    SRN

    ResponderExcluir

 
Uma vez Flamengo, sempre Flamengo.