Comentários
Postagens

6 de mai de 2011

A Guerra Não Acabou [2]


Peço perdão ao amigo Luã Milanês, que fez uma postagem com o mesmo título sobre o jogo contra o Ceará, mas esse momento do Flamengo também se aplica perfeitamente ao FlaBasquete. Com o melhor elenco e jogando em casa, perdemos pro Franca tropeçando nos próprios erros. Agora, serão dois jogos seguidos lá, onde eles só perderam uma vez nessa temporada, e temos que vencer ao menos dois jogos (dos 3) em Franca pra chegarmos na final.

Quando chegou, o técnico Gonzalo veio com uma nova filosofia, que buscava o jogo coletivo, até mesmo pra fugir um pouco dessa dependência do Marcelinho nas pontuações. Com a qualidade que temos, é fundamental que a bola gire de mão em mão, buscando sempre o melhor posicionado pra chutar, como bem tem feito nosso armador Hélio, maior responsável por essa movimentação e visão do jogo. Tivemos uma fase em que o pivô Babby ajudava muito e dominava as pontuações debaixo do garrafão, mas se lesionou e coube aos pivôs Wagner (inoperante) e Átila tentar suprir essa ausência, mas sem sucesso. Com isso, acaba sobrando pro Jefferson e Teichmann ajudarem com os rebotes e pontuações. Teague com excelência nos 3 pontos tem sido nosso desafogo nas cestas, mas hoje não o vimos em quadra.


Hoje, a coletividade não apareceu, tivemos um novo apagão (com
o sempre) e ficamos totalmente dependentes do Marcelinho. As parciais foram: 23 a 25 / 16 a 12 / 14 a 21 / 16 a 15. Perdemos por 69 a 73 num jogo que tivemos total equilíbrio em 3 quartos, como sempre o outro quarto (terceiro) fazendo a diferença. E uma prova que estávamos totalmente dependentes do Marcelinho, foi que ele fez 32 pontos (69 tentados contra apenas 18 do segundo maior chutador, o Teichmann) e o cestinha de Franca apenas 16. E o jogo coletivo que o Garcia preza tanto? Estava do lado oposto. Nossos outros bons pontuadores foram Jefferson com 10 e Hélio com 8 pontos.
Nosso basquete anda muito instável, mas sabemos da qualidade que possui. Por mais que tenhamos motivos pra criticar o Gonzalo agora e pedir sua saída, temos que abraçar esse verdadeiro time de guerreiros e impulsioná-los rumo a mais um caneco da NBB. Uma bola que bate no aro e não cai (mas cai pra eles), um lance livre perdido, uma bola de 3 milagrosa, falta não dada.. São detalhes que fazem o melhor time perder em casa por 4 pontos, como já disse aqui num outro post. Vamos culpar a ideologia do técnico ou os lances livres perdidos pelo péssimo dia do Teague e do armador Fred? Essa não é a hora de lamentos. Foda-se a ideologia, os erros e o adversário! A semifinal está aí e não dá tempo pra mudarmos nada. Temos que colocar a faca nos dentes e partir pra cima! Vamos pra cima deles, Nação?! Você, rubro-negro francano, esteja no ginásio domingo às 18hs pra mais uma batalha. Vamos ganhar essa guerra juntos...

...Porque é nessas horas que é bom ser Flamengo!



*************************
@RenatoCroce (Alexi Lalas)

Compartilhe isto com a Nação
"Eu queria ser um poeta para poder te explicar,
mas não consigo traduzir o sentimento de amor que a gente tem pelo Flamengo."

---Outros posts do FlaManolos---
6 comentários rubro-negros pelo Blogger
comentários rubro-negros pelo Facebook

6 comentários:

  1. Bom dia, meu querido Alexi Lalas!

    Voce me emocionou muito com o seu comentario! Um escritor de grande gabarito e sensibilidade em quaisquer dos assuntos q vc aborda.
    Sei da grande emoçao que envolve o Basquete. è pra quem tem nervos de aço e coraçao de pedra. Voce vive o que escreve, é como se estivesse na quadra, em busca da vitoria.
    O basquete Lalas, é diferente do futebol, sabemos disso. A escalaçao tem q estar correta, as substituiçoes, tambem. Os segundos no basquete, sao muito mais importantes que os munutos no futebol. Nao vejo uma partida do basquete,inteira, porque o meu coraçao nao iria aguentar, as emoçoes que dele saem, mas, sei que nao deve haver, um descuido, e quem entrar, tera que dar o dobro, do companheiro, que estava na quadra.
    Parece que o novo treinador nao se encaixou ainda no elenco do Mengao.
    O Chupeta, é um grande treinador. Acostumado ao elenco, muito calor humano. Coisa de Diretoria.
    Mas voce disse bem Lalas; tem que ir pra cima, com a faca nos dentes, pra vencermos os dois jogos. Mas, ele vai se superar, sim. O Flamengo, ta acostumado a ser um autentico vencedor, quando esta na adversidade. Quando os nossos rivais pensam que ele esta morto, ai, ele nos surpreende. Alias, ja nao é mais uma surpresa; é uma constataçao: MENGAO, VENCEDOR! E assim sera, quarta feira, proxima, em Fortaleza.
    A NAÇAO,tera que unir forças, para que os jogadores se achem fortalecidos, dentro da quadra. Todos os coraçoes rubronegros, jogando junto com o Marcelinho, Helio , Jefferson, taichemann, Atila e os demais que entrarem no jogo.

    Vamos, meu BASQUETE, reviver a decada de 50! Decada do absolutismo, do CLUBE de REGATAS do FLAMENGO, no BASQUETE, e no FUTEBOL!

    Obrigada, meu querido amigo, Renato Croce! Vc, é nota mil! Me orgulho muito de ser sua amiga; aprendo, cada vez mais com vc, MESTRE!

    Bjosss. Um lindo FDS, pra vc e toda a familia! Beijos na MAMAE, pelo seu grande DIA! (baianafla)

    ResponderExcluir
  2. Renatinho, bem que a minha tia Nidinha falou que vc escreve bem, viu?! Ela sempre pediu pra que viesse aqui conferir, mas eu sempre esquecia... Hoje resolvi entrar no seu blog e não me arrependi! Lindas palavras e um ótimo conteúdo tem o seu post!
    Não me aprofundarei no meu comentário, pq não acompanho muito o Flabasquete, apenas sei quando perde e quando ganha. Mas como todo Flamenguista que sabe das inúmeras vezes em que o Flamengo entrou numa partida desacreditado e saiu dela como vencedor, eu acredito tanto na classificação da equipe do basquete quanto da equipe do Futebol na CB! A Glória do Flamengo é lutar e nada pra ele é fácil, mas quando entra em campo e nas quadras a Raça, o Amor e a Paixão, o Flamengo torna-se invencível! E é com essas três forças unidas que enfrentaremos nossos próximos adversários e todos verão mais uma vez que Flamengo é Flamengo!

    SRN, querido! E parabéns pelo EXCELENTE post!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Concordo com tudo o que você escreveu. Agora não é hora de querer trocar de técnico ou do método do técnico. É hora da nação ir para a arquibancada e torcer e incentivar o time. É a hora de termos um jogador extra para empurrar a bola na cesta. É hora de mostrar toda a garra de ser flamenguista. Mostrar o orgulho de torcer para esse time! Infelizmente eu moro no Espírito Santo e não posso estar de corpo presente torcendo, mas não deixo de ver os jogos e torcer. Eu tenho orgulho de dizer que eu sou Flamenguista, orgulho de vestir o manto sagrado. Não torço só para o futebol. Eu AMO e acompanho os jogos de basquete e agora estou acompanhando o torneio de natação. Só posso dizer que é um orgulho.

    Parabéns novamente pelo post. Foi muito lindo.

    ResponderExcluir
  4. Não somos só um time, nem um só clube e muito menos um conjunto de torcedores, somos sim uma nação, e uma nação nunca desiste de seus sonhos e objetivos, e não é pressionada pela crítica nem inveja dos outros, a nação se apoia, seja na terra seja no mar, seja na quadra, na piscina ou no campo, aonde tenha sua bandeira nós a incentivaremos, nunca vamos te abandonar, pois isso é o que faz uma nação, por que isso é o que faz os Flamenguistas de coração, é nessas horas que é bom ser Flamengo.Por isso eu digo quantas vezes quiser, nós perdemos a batalha, mas a guerra ainda não terminou.
    by:Arthur

    ResponderExcluir
  5. Nidinha e Manu,
    Obrigado pelos comentários.. =)
    Como sempre, Nidinha.. você dando show de rubro-negrismo. Obrigado pelas palavras e pela presença de sempre.
    No caso do Chupeta, o time precisava de uma sacudida, de uma mudança..Veio o Gozalo, que não soube conduzir o time e sofreu com muita instabilidade. Mas vamos na raça e na qualidade individual e no potencial do grupo pra chegarmos ao título.
    Manu, se quiser saber mais de basquete, é só falar com a Nidinha, porque ela sabe tudo! rs

    Kah e Arthur,
    Obrigado pelos comentários..
    É nessas horas que é bom ser flamenguista. Mesmo de longe, o canto chega até aqui. Podem ter certeza!

    @RenatoCroce (Alexi Lalas)

    ResponderExcluir

 
Uma vez Flamengo, sempre Flamengo.