Comentários
Postagens

3 de fev de 2012

Uma sapatada na cachorrada e tá tudo certo!


Sinceramente, é sempre delicado avaliar a molecada. Eles são a história e a mais pura tradição flamenga. Simples assim. E entendo que a gente quer vencer sempre, mas esse é um daqueles momentos em que esperamos o clima do jogo passar pra escrever algo. Tenho muito carinho pela nossa base, e qualquer crítica aos moleques deve ser bem construída. É dar uma bronca de leve, mostrar onde está o erro e seguir em frente!

Tecnicamente foi um jogo fraco demais, mas fizemos um bom primeiro tempo. O que o Jaime disse após o jogo é verdade. Foi um ataque de moleques contra homens. Lorran, Adryan, Thomás e Lucas na frente tem muita qualidade e eles voam na base, mas profissional é outro patamar. E sem uma organização e boa cabeça, o futebol não acontece. Sabemos que essas coisas surgem com o tempo. O placar não aconteceu, o bom futebol idem, mas sabemos o talento que eles têm.

Só destaco os erros de passe do time, que parecia muito nervoso com a marcação do Olaria. Erros de domínio de bola, cruzamentos e finalizações além do normal. Péssima partida do João Felipe, que não acertou nenhuma jogada individual. Se ele tivesse mais calma hoje... Gosto dele, mas não pode confundir excesso de confiança com pressa e individualidade. Lorran foi o destaque do primeiro tempo, mas caiu no segundo, como todo o time. De positivo, destaco a boa estreia do Matheus, filho do Bebeto. Se ele se espelhar no pai apenas com a bola no pé, vai longe! Os moleques não se omitiram do jogo, se movimentaram bem e querendo mostrar serviço, o problema é que a coletividade ficou em segundo plano em alguns momentos, naturalmente. Temos que ter paciência com eles.

Jogo decisivo na quarta, hoje teve a molecada e domingo tem clássico contra os Chorões. Difícil ver que os organizadores da próxima Copa do Mundo permitem uma coisa dessas. Aliás, não seria permitido em nenhum lugar do Mundo. O lado positivo é que a gente consegue acompanhar melhor a molecada. Vamos agora dar uma sapatada na cachorrada (com o Joel?) e tá tudo certo!

Avaliação: Clique aqui e dê as notas para as atuações de Flamengo 0x0 Olaria.

Saudações Rubro-Negras

********************
Renato Croce (Alexi Lalas)

Compartilhe isto com a Nação
"Eu queria ser um poeta para poder te explicar,
mas não consigo traduzir o sentimento de amor que a gente tem pelo Flamengo."

---Outros posts do FlaManolos---
5 comentários rubro-negros pelo Blogger
comentários rubro-negros pelo Facebook

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. A molecada apresenta alguns erros cometidos na base que precisam ser corrigidos no time principal como por exemplo carregar muito a bola, erros de passes no toque de primeira, desnecessário dizer que com o tempo aprenderão que futebol é coletivo e a estrela principal dele é o clube. . . trocar Luxemburgo por Joel não sei se é o certo, sabemos que o papai Joel tem prazo de validade 3, 4, 6 meses? o tempo dirá.

    ResponderExcluir
  3. Confesso que não assisti o jogo da molecada, mas pelo Twitter soube que jogaram bem no 1T e que cairam de produção no 2T. De qualquer forma isento a molecada desse empate, até pq não houve tempo para preparar o time pra essa partida, afinal 2 dias antes houve o jogo pela Libertadores.

    Agora temos o classico contra o Bota. Podemos vencer, pq eles estão desesperados pela vitoria. Mas o time tem que entrar focado como contra o Potosí. Estou de olho Léo Moura e R10!

    ResponderExcluir
  4. Essa molecada precisa abrir o olho e usar o mesmo colírio do Ronaldinho! kkkkkk Valeu manolos!!!

    ResponderExcluir
  5. Laercio,
    Não sabemos mesmo. E ao que parece, o contrato com ele foi de 2 anos. Burrada das grandes... Mais uma vez.

    Mas pelo menos dentro de campo, se esse time der uma sapatada na cachorrada, já ganha outra moral, aliada com esse bom jogo contra o Potosí e a saída do Luxa. Esse clássico é importante.

    Gustavinho,
    A molecada vai se arrumar, com colírio ou sem. rsrs

    SRN

    ResponderExcluir

 
Uma vez Flamengo, sempre Flamengo.