Comentários
Postagens

4 de mai de 2012

Quem disse que seria fácil?


A exemplo de terça, tivemos um jogo de muita marcação e, consequentemente, muitos erros. Mas o Mengo mostrou falta de alternativa pra sair da marcação, não teve jogo coletivo e se mostrou desorientado, principalmente no 4/4, quando levou 13 pontos de vantagem sem resistência alguma. Nem o Tijuca cheio de rubro-negros conseguiu dar a vitória, que encerraria a série. Quem disse que seria fácil? Eu mesmo saí do Tijuca confiante demais na terça. É... Agora temos que ir pra cima deles lá em Minas, no caldeirão, pra fazer 3 a 1 na melhor de 5 e partir pra semifinal. Haja coração, amigos! Hoje, quem conta como foi o jogo é o amigo Eneas Lima, do blog Garrafão Rubro-Negro.
_____
O Jogo:
O Flamengo começou o quarto bem nos rebotes ofensivos e sempre com a segunda oportunidade pra pontuar, mas falhou demais na eficiência desses arremessos. As tentativas de três do time rubro-negro não caíram. E pelo lado de Uberlândia, o que se  viu foi um time com mais intensidade ofensiva e selecionando melhor as rotações de jogo com o trio Valtinho, Day e Robby  Collum. Collum que só no primeiro quarto já tinha anotado 12 pontos, mas o Flamengo ainda venceu o quarto por: 15 a 14.

O segundo quarto, o Flamengo tentou se manter vivo com as jogadas do norte-americano Chris Hayes e com o arremesso de três de Marcelinho Machado – Marcelinho que em todo jogo só acertou uma bola de três. Uberlândia continuava melhor em quadra  e viu outros jogadores como Soró e Cipolini crescerem na partida e contando com a ansiedade que tomou conta da equipe  rubro-negra acabou saindo pro intervalo em vantagem: 30 a 29.

E o Flamengo começou o terceiro quarto passando a frente com um belo arremesso de três, mas a euforia no ginásio do Tijuca durou pouco. O time rubro-negro voltou a se precipitar nos arremessos e contou com uma noite apagadíssima do norte americano David Jackson que tinha feito a diferença nos dois primeiros jogos da série. E para a infelicidade do Flamengo no quarto, as bolas do norte americano Robert Day, de Uberlândia, voltaram a cair e a equipe mineira continuava na liderança do marcador: 49 a 47.

E no ultimo quarto, o Flamengo viu a ansiedade tomar conta de vez do time, quem estava em quadra não teve eficiência nos arremessos. E Uberlândia aproveitava os erros do Flamengo para ampliar a cada ataque a diferença no marcador e faltando três minutos para o fim do jogo, a vitória do time mineiro já estava sacramentada e frustrando os torcedores que compareceram no  ginásio do Tijuca.
_____

Por Eneas Lima e publicado originalmente no Garrafão Rubro-Negro. Quer ganhar um Manto oficial do FlaBasquete? Clique aqui e confere a promoção deles. Molezinha!

Parciais: 15x14 - 14x16 - 18x21 - 13x26 (60x77)
Destaques do Fla: Marcelinho 11pts/3reb/3rebt, Kamme 9pts/3reb, Caio 9pts/4reb e Duda 9pts.
Destaques do Ube: Collum 25pts/6reb, Day 15pts/7reb, Cipolini 12pts/8reb e Valtinho 11pts/4ast.
Próximo Jogo: Uberlândia x Flamengo - terça-feira, dia 8, às 20hs no Uberlândia TC. Alô, Nação mineira!

Saudações Rubro-Negras

********************
Renato Croce (Alexi Lalas)

Compartilhe isto com a Nação
"Eu queria ser um poeta para poder te explicar,
mas não consigo traduzir o sentimento de amor que a gente tem pelo Flamengo."

---Outros posts do FlaManolos---
2 comentários rubro-negros pelo Blogger
comentários rubro-negros pelo Facebook

2 comentários:

  1. Fui dormir com dor de cabeça... de estresse por esse jogo. E rouco! Perdemos uma chance de ouro ontem, com torcida chegando junto mais uma vez...
    Tinha necessidade de ficar chutando um monte de três? Uma equipe experiente, com bom garrafão... Viu que não tá dando certo de longe? Parte pra dentro! Faz o feijão com arroz...
    Agora, resta esperar o jogo na casa dos caras... que vai ser ainda mais duro.

    Verdadeiras Saudações Rubro-Negras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neste não fui, Flávio... Infelizmente não deu. No de terça foi mais gente e teve momentos de não ouvir a própria voz. rsrs A rouquidão é apenas um sinal de luta, mas a guerra não acabou ainda... Logo, prepare a voz pra próxima batalha! SRN

      Excluir

 
Uma vez Flamengo, sempre Flamengo.