Comentários
Postagens

7 de jul de 2012

Brasileirão - Flores x Flamengo


Jogo especial, 100 anos de Fla-Flor... E que vale os mesmos três pontos de qualquer outro jogo do campeonato. Não sei quanto a vocês, mas não estou gostando deste clima exagerado (Só eu estou achando?) de festa, que tem até ingresso especial, camisa comemorativa e cobertura especial da mídia. Então, como não é amistoso, vamos falar do jogo e deixar os "exageros" do centenário pra depois. São 100 anos de hegemonia sobre os Flores, mas no momento só vejo que teremos um bom adversário pela frente e precisamos dos pontos pra seguir na cola dos líderes. De qualquer forma, são 100 anos cheios de glórias flamengas pra nos inspirarmos. 

Durante a semana teve reforço chegando (finalmente), Joel se (e nos) estressando e alguns ensaios de mudança no time. Parece que Joel viu a necessidade de ter mais qualidade na criação e colocou o Bottinelli pra jogar ao lado do Ibson, tirando o Wellington Silva e deslocando o Luiz Antônio pra lateral direita. Renato Abreu seria a melhor opção pra sair, mas tendo alguém pra ajudar o Ibson na criação já ajuda muito, o que automaticamente deixa o Renato mais atrás, como segundo volante (função que ele até cumpriu bem num período do ano passado). Ou seja: o time fica mais "arrumadinho". No ataque, Deivid foi barrado novamente, nem no banco fica, e Diego Maurício terá mais uma oportunidade de mostrar que tem cérebro. É, Diego... Mais uma oportunidade. Espero que você tenha uma tarde de Pirilo! Enquanto isso o Lucas segue esquecido.

Os Flores, como disse no início e não é segredo pra ninguém, são fortes ofensivamente. Wagner, Deco e Fred são perigosos contra qualquer time, ainda mais diante de uma defesa como a nossa, que erra passes bobos, não tem força na bola aérea e não tem cobertura adequada dos laterais. Temos um meio-campo frouxo na marcação, que não terá Airton (problemas de documentação - a confirmar), e que não agride o adversário no campo de ataque, não antecipa a marcação, dando espaço pra eles jogarem. E quando rouba a bola não tem competência pra ligar o contra-ataque. Ou seja: todo errado no sistema defensivo. O jogo é complicadíssimo.

É, Nação... O Fla-Flor do centenário valerá os mesmos três pontos do jogo contra o Atlético-GO e qualquer outro. Claro que todo clássico é especial, mas não tem festa que valha mais do que três pontos. No ano passado, na despedida do Pet, eu estava lá e me emocionei muito com o gringo, mas aquele empate com a Gambazada, simplesmente, foi a diferença do título deles e da nossa não ida direta pra Libertadores. Você pode não se importar com isso, mas três pontos são três pontos, clássico é clássico e vasco-versa. Pra cima deles!

Obs.: depois do jogo a gente comemora o centenário com três pontos no bolso.

#QueremosONossoFlamengo

********************
Renato Croce (Alexi Lalas)

Compartilhe isto com a Nação
"Eu queria ser um poeta para poder te explicar,
mas não consigo traduzir o sentimento de amor que a gente tem pelo Flamengo."

---Outros posts do FlaManolos---
1 comentários rubro-negros pelo Blogger
comentários rubro-negros pelo Facebook

1 comentários:

  1. se fuderao FLU 1x0 kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    esse filho do Bebeto é um magrela lombriga kkkk

    ResponderExcluir

 
Uma vez Flamengo, sempre Flamengo.