Comentários
Postagens

15 de nov de 2011

Há 116 anos, Deus criou a felicidade...


"Ao entrar em campo, ao ver aquela torcida imensa, pensei: 'Fico inutilizado, mas só saio daqui campeão. Se esse povo não for campeão, eu prefiro morrer'". Zico, sobre o que sentiu ao pisar no gramado do Maracanã na noite de 1º de junho de 1980, antes da final do Campeonato Brasileiro, vindo de lesão. Foi o primeiro título de campeão brasileiro do Flamengo, que até então era reconhecido apenas como um time de massa (já a maior torcida do mundo) com uma grande força regional. Esta conquista colocou o Mengo num patamar mais elevado, e foi nessa época que vivemos nossas maiores glórias. 

As palavras do Galinho representam todo o espírito e magia que cercam o Rubro-Negro há 116 anos. Desde os tempos da Pherusa, a raça é a mística do clube. Jamais desistir, sempre lutar. O então Grupo de Regatas do Flamengo, popularíssimo desde seus primeiros dias, foi fundado na verdade em 17 de novembro de 1895. Em uma reunião, acordaram que a data oficial seria a de 15 de novembro, para que fosse sempre feriado no aniversário do Fla. Depois disso, só alegria. Incontáveis os craques que já vestiram o Manto Sagrado, as histórias de conquistas épicas, o amor que o Flamenguista demonstra, as músicas em homenagem ao Mais Querido... O Mengo é infinito.

Muitos já tentaram explicar o porque de tanta devoção a um clube. Fanatismo, loucura? É amor apenas, o mais puro. E o Mengo se deixa amar à vontade. Ele é do povo, é de quem quiser ser feliz. Não importa o momento que a equipe viva, esteja bem ou mal em uma competição, nenhum outro torcedor pode abrir a boca e dizer "Eu sou Flamengo, porra!". E isso vale mais do que qualquer coisa. "Eu sou Flamengo, eu sou Flamengo..." Ah, como é lindo! O coração fica mais leve e o sorriso sai naturalmente. A alma envaidece e o orgulho se iguala à humildade.


Domínio inquestionável de bola e torcida no Rio de Janeiro, no Brasil, no mundo, no universo, no infinito e além. É uma magia que não para. Um ciclo vicioso de títulos e felicidade. Um clube taxado de 'sem estrutura' e que deve dinheiro pra caramba, mas é digno na essência do futebol, é digno na alegria que dá ao seu povo, na fome de amor que ele mata a cada quarta, a cada domingo, a cada derrota, a cada vitória. Toda a energia, a mística que existe na união torcida e clube se resume em Flamenguice. Uma Flamenguice pode acontecer, por exemplo, numa cabeçada antológica do deus da raça, numa bola parada de um sérvio aos 43 minutos do segundo tempo, em uma cabeçada que vale Hexa... E isso ninguém tem, é o que nos torna diferentes.

No aniversário do clube, ninguém merece mais os parabéns que a Nação Rubro-Negra, a maior torcida do mundo. Afinal, o que seria do Flamengo sem nossa fé? Vivemos hoje mais um dia do Flamenguista, sim! E mais uma vez devemos agradecer a Deus pelo que somos. Nascemos para vencer, e nosso estado de espírito surgiu há 116 anos. Alô torcida do Flamengo, aquele abraço! Parabéns, Mengão! E que este ano novo seja repleto de glórias!

Saudações Rubro-Negras 

******************** 
Luã Milanês
 
Twitter - Facebook

Imagem 1: Google com adaptação de FlaManolos
Imagem 2: FlaManolos

Compartilhe isto com a Nação
"Eu queria ser um poeta para poder te explicar,
mas não consigo traduzir o sentimento de amor que a gente tem pelo Flamengo."

---Outros posts do FlaManolos---
8 comentários rubro-negros pelo Blogger
comentários rubro-negros pelo Facebook

8 comentários:

  1. Independente de quem está em campo, em quadra, na piscina, na pista... o Flamengo já atingiu um patamar no sentimento da nação que é à parte dos resultados, das competições, das muitas vitórias e das raras derrotas.
    O Flamengo é muito mais que a própria nação. O Flamengo não é parcela de nada. Ele é o resultado de uma conta que combina elementos muito acima do explicável.
    Admirável por todos, assumidos ou não.
    Meu sentimento não se resume à uma combinação de cores ou de fazer parte do grupo social mais popular do planeta. Não tenho orgulho porquê quem tem orgulho são os doentes. Eu tenho é noção de que há algo superior que me impulsiona na direção do Flamengo, mesmo sem saber bem ao certo o que é.
    Sou rubro-negro consciente e saudável, pois os fanáticos e doentes são os torcedores dos outros times.

    Parabéns, meu Mengão!

    Verdadeiras Saudações Rubro-Negras.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Mengão! Nunca te abondonarei!!

    ResponderExcluir
  3. FLAMENGO E FODA MESMO NUM TEM JEITO!!!!

    ResponderExcluir
  4. Tirar o Nem da Rocinha é fácil, quero ver é o BOPE conseguir tirar o Renato Abreu do Flamengo.

    O Renato Abreu odeia bossa nova, porque não aceita tocar violão sentado num banquinho.

    A FIFA estuda aumentar o número de jogadores de cada equipe para 12 só pro Renato não ir pro banco.

    Quando jovem, o Renato fez questão absoluta de servir ao exército só pra não ser reservista.

    O sonho do Renato era ser o Monte Everest, só pra ser constantemente escalado.

    A mulher de Renato Abreu quis colocar ele na conta conjunta do banco, deu divórcio na hora: "sou o único titular"

    ResponderExcluir
  5. Otimo #Post #Flamigo , Escrever oque o FLAMENGO representa a maior Nação cheia de Sentimentos Diferentes é Dificil , Mas Todos Rubros Negros de Verdade e Coração RN , Sabe Torcer Seja nas Vitorias , Empates ou Derrotas Apoiar Sempre seja nas arquibancadas de um estadio ou mesmo em Casa frente a Tv , ou até mesmo no Radio apenas Ouvindo esse Tem Amor , Paixão Pelo Flamengo Saudações RN !! EUACREDITOATÉOFIM ! #ParabénsMengo 116anos de Alegrias a Maior NaçãoRN , #SRN #Flamigos !

    ResponderExcluir
  6. Parabéns a grande nação rubro-negra por 116 anos de glória!

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns irmão belo texto! SRN e Flamanolos Neles,
    Abraços do Amigo @leoqalmeida

    ResponderExcluir

 
Uma vez Flamengo, sempre Flamengo.