Comentários
Postagens

27 de out de 2012

Nem Mil Patrícias Amorins


O Flamengo é de quem? O clube é dos sócios, que utilizam a sede na Gávea e possuem o poder do voto, mas o Flamengo é nosso. E quem comemora hoje é quem se orgulha das nossas mil glórias vistas em uma história centenária e construídas por inúmeros ídolos e pela Nação. Este é o homenageado em 28 de outubro.

O clube é elitista, voltado para seus sócios, que pagam um valor alto pra utilizar as dependências e ter alguns benefícios. Mas o Flamengo... Não. O Flamengo é do José, que leva um pouquinho de vermelho e preto lá pro interior do Ceará. O Flamengo é da Estéfani, que exibe seus casacos vermelhos e pretos no friozinho no Sul. O Flamengo é do Josías, que veste o Manto Sagrado lá na Amazônia, entre Garantidos e Caprichosos. O Flamengo é do Carlos, que usa rubro-negro debaixo de 40 graus nas areias de Copacabana. O Flamengo é seu, que mesmo sem vestir as cores transborda rubro-negrismo por aí. Nunca, jamais, nosso amado e idolatrado Flamengo será dos sanguessugas que usam ternos, gravatas e chuteiras pra tentar destruir o nosso orgulho. O Flamengo não é de quem paga, é de quem o ama.

Em dezembro terão as eleições que elegerão nosso presidente no próximo triênio. Infelizmente a Nação não tem como votar, mas sei que tem voz. Neste momento importante, declare seu apoio, participe das eleições, mesmo em seu computador. Em quem você votaria? Ainda farei meu post sobre isso, onde apoio totalmente o Wallim Vasconcelos. Da nossa maneira, vamos mostrando nosso desejo de mudança, de termos, definitivamente, os amadores longe do Flamengo.

Queria fazer um post sem falar do nosso momento ruim, mas não tem como fugir. Desculpe. Sempre que escrevo deixo sair um pouco da minha insatisfação com essa atual gestão e com nosso modelo amador. Mas pode ter certeza que meu orgulho, ilustrado um pouco na imagem deste post, feita por mim e que foi usada um ano atrás em nosso blog (e poderá ser usada sempre), é indestrutível. Podem cair mil Patrícias Amorins na minha direita, outras mil na minha esquerda, que nada abalará meu orgulho. Nem mil Patrícias Amorins destruirá o nosso dia.

Feliz dia do Flamenguista para quem é Flamengo. 
Quem não é, lamento.


#QueremosONossoFlamengo

********************
Renato Croce (Alexi Lalas)


Compartilhe isto com a Nação
"Eu queria ser um poeta para poder te explicar,
mas não consigo traduzir o sentimento de amor que a gente tem pelo Flamengo."

---Outros posts do FlaManolos---
1 comentários rubro-negros pelo Blogger
comentários rubro-negros pelo Facebook

1 comentários:

  1. Não tem jeito, Croce. Somos movidos pela paixão rubro-negra. E como não temos sangue de barata, não deixamos escapar o desânimo com que o momento nos brinda.
    Mas aprendemos -desde que decidimos estar ao lado do Flamengo- que, por conta do amadorismo, a frustração sempre estaria pressionando nossa esperança.
    Tenhamos então certeza de que o amanhã será certamente melhor. Como o nosso Flamengo merece e consequentemente como nós merecemos.

    Wallim na Cabeça!

    Verdadeiras Saudações Rubro-Negras!

    ResponderExcluir

 
Uma vez Flamengo, sempre Flamengo.